REVESTIMENTO DE ALTO DESEMPENHO

Revestimentos são finas camadas de metal aplicadas à peça de vidro para melhorar seu desempenho energético e por isso são conhecidos como vidros de controle solar. A primeira geração de revestimentos foram as camadas refletivas, que dão uma aparência espelhada ao edifício. Devido à sua alta capacidade de reflexão e absorção da luz solar, o vidro refletivo reduz a incidência de calor, proporcionando conforto térmico e transmissão luminosa menos intensa. Mais recentemente, os revestimentos de baixa emissividade (low-e) assumiram um maior protagonismo nos cenários urbanos. Devido à sua capacidade de refletir a radiação infravermelha de ondas longas, o revestimento low-e reduz ainda mais a absorção de calor, o que resulta em maior economia de energia para a edificação.

 

Os vidros refletivos e low-e podem ser fabricados pelos processos on-line ou off-line, conhecidos também como pirolítico e sputtering, respectivamente. No primeiro é feita a aplicação de uma fina camada metálica durante o processo de fabricação do vidro float. Já no processo off-line são aplicadas múltiplas camadas de revestimento numa câmara a vácuo. Os vidros refletivos e low-e processados pela GlassecViracon atendem aos requisitos da NBR 16015.

POSIÇÃO DA FACE DO REVESTIMENTO

A posição do produto revestido segue as denominações recomendadas para as superfícies, também chamadas faces. Cada peça de vidro tem duas faces. A face voltada para o exterior da edificação é denominada face #1; o verso dessa peça é a face #2.
Para vidros com múltiplas peças de vidro, é necessário denominar cada uma delas, conforme estes exemplos.