TRATAMENTO TÉRMICO

O Tratamento térmico é o processo pelo qual o vidro passa em um forno de têmpera a fim de alterar suas características de resistência a variações térmicas e mecânicas. Esse processo reforça as propriedades do vidro float, fazendo com que obtenha padrões de quebra adequados a aplicações em envidraçamentos de segurança quanto a este aspecto. Existe dois tipos de vidro que resultam desse tratamento por calor: o termoendurecido e o temperado. Para tratamento térmico em vidros com revestimento de controle solar, recomendamos espessura mínima de 6 mm.

VIDRO TERMOENDURECIDO

É duas vezes mais resistente que o vidro float da mesma espessura e tamanho. Em caso de quebra, os fragmentos do vidro termoendurecido apresentarão características similares às do vidro float, não se desprendendo do vão.

Esse tipo de vidro é tratado termicamente para ter uma compressão de superfície entre 3.500 e 7.500 psi e que atenda aos requisitos ASTM C 1048 para vidro termoendurecido.

VIDRO TEMPERADO

É entre quatro e cinco vezes mais resistente que o vidro float e duas vezes e meia mais resistente que o vidro termoendurecido com a mesma espessura e tamanho. Em caso de quebra, o vidro temperado forma pedaços pequenos e relativamente inofensivos, reduzindo as chances de ferimentos e facilitando sua soltura dos caixilhos.

Esse tipo de vidro é tratado termicamente para ter uma compressão mínima da superfície de 10.000 psi ou uma compressão de borda igual ou superior a 9.700 psi, e que atenda aos requisitos da NBR 14698:2001 ou da NBR 7199:1989 para envidraçamento em construção civil.